3 de nov de 2015

TUA SOMBRA

tuas
sombras
ainda
me perseguem

as poesias
que te
escrevi
ainda
estão
nos papéis
amassados
jogados
no lixo

ainda
tenho
medo
das ruas
medo
dos ventos
dos perfumes
espalhados
por ai

os dias
ainda
tem vestígios
as noites
ainda
sonhos
ingratos

tuas
sombras
ainda
me perseguem