25 de nov de 2015

NÃO VAI ROLAR

não vai rolar
tuas mentiras
já não me convencem mais
as marcas
do teu corpo
ressequido
quebraram
depois
que o teu tempo passou

não vai rolar
meu desassossego
minha angustia
velha conhecida
tua inútil insistência
de mãos vazias

não vai rolar
desatinos
na tua cama quebrada

o meu
amor nunca foi teu