3 de nov de 2015

AINDA DÁ TEMPO

corra
ainda

tempo
de ser feliz

brinque
com
as flores
seque
as lágrimas

deixe
que teu
mar
flua

sorria
encha
o peito
da velha
esperança
de sempre

faça
renascer
aquela
alegria
de sempre

brinque
ainda
dá tempo
de ser a velha
criança

o amor
chegará
e fará
em ti morada