30 de out de 2015

SEM VOCÊ

eu
que não
me via
sem você
hoje
sigo

o meu caminho
não olho
para trás
nem olho
para o meu
céu
sem estrelas
apenas
sigo
eu
que não
me via
andar
por estradas
sem asfalto
hoje
caminho descalço
sem pegadas
sem vestígios
sem rastros
e sem você