1 de out de 2015

ALESSANDRA MARINI

traduzo-te
meiga
aquele encanto
raro
de se ver
sente-se
apenas no vento sereno
que sopra
nas tardes
deste
Outubro
traduzo-te
bela
terna
dona
de uma meiguice
que
cativa
que
faz sorrir
viajar
querer
traduzo-te
poesia
dos poetas
que ficam por ai
enlouquecidos
querendo-te
escrever
nos muros
de tantos mundos
traduzo-te
poesia