21 de ago de 2015

VOU VOO

vou
pelas
tuas bordas

voo
pelo
teus instantes

vou
pelos
rastros

voo
pelos
vestígios
do teu sentir

pela
respiração
pela
respiração

vou
pelos desenhos
pixados
no muro de tua casa

voo
pelos
teus sonhos
de montanhas
imensas
e teu rios
de riso incertos

vou
e me acho
e me
perco
em seu sobrevoo