18 de ago de 2015

VOU MORRER

vou
morrer
no meu escuro
vou
morrer
sem poder
contemplar
a sorte
vou
morrer
e todo
amor que sinto
ficara
no meu vazio
vou
morrer
e todos
os papéis
ficarão
amarelos
vou
morrer
e não haverá
mais ninguém
para cuidar
do meu jardim
as mulheres
envelhecerão
as tardes
serão para sempre
frias
eu
vou morrer
em instantes
e nada mais
de mim restará
vou
morrer
sem beber
água pura
da fonte que sempre
busquei
e agora
sei
antes
de morrer
que ela não existe