27 de ago de 2015

VOU ESCREVENDO


vou
escrevendo
meu sentir
vou
deixando
que minha
alma
esvazie
vou
me esvaindo
deixo
meu peito
aberto
meu coração
sem amarras
vou
escrevendo
minhas
memórias
meus
sentimentos
vou
me despedançando
me despertalando
deixando
que tudo saia
de mim
vou
neste
vácuo de tempo
e me deixo
quieto
como sempre
no meu canto
escrevendo
flutuando
sobrevivendo