8 de ago de 2015

TE QUERO

te quero
assim
de um jeito
meu

de um
jeito
poesia

de um jeito
que nunca
mais se esquece

te quero
nas manhãs
que adormecem

sem espera
nem dormência
de sentidos

te quero poesia
te quero vento
tuas canções
preferidas

te quero
do meu jeito
inteira
e tuas malícias

te quero
nas noites nuas
sem roupa
sem vergonha

poesia