5 de ago de 2015

SEREI SEMPRE

serei
sempre
teu vento
nas noites
sem vento

serei
sempre
teu sonhos
nas tuas noites
sem sonhos

serei
sempre
teus passos
teu arfar
tuas corridas

serei
sempre
os versos
do teu caderno

serei
sempre
o perfume
dos teus punhos
e pescoço

serei
sempre
a acolhida
e a chegada
e se quiseres
partida

serei
sempre
a voz
e a consciência
calada de teus dias iguais