1 de ago de 2015

SE PUDESSEMOS

se
pudessemos
amar
todo amor
o que seria
do amor
seria
brincadeira
bandalheira
confusão
no coração
só cabe
um amor
de verdade
todos os outros
são desculpas
são farrapos
se
pudessemos
amar
livremente
sem culpa
o que seria
do amor
não seria precípicio
não seria dor
seria
tudo
menos amor