20 de ago de 2015

RIOS

castelos
desmoronam
sentimentos
acabam
amor
morrer
paixão seca
flores
são despetaladas
cercas
arrancadas
morte
dor
suicídio
e o tempo
segue
seu curso
laços
desatam
pais morrem
filhos
ficam sós
solidão
de abandono
solidão
porque se quer
ficar sozinho
ventos
passam
ventos
ficam
só a dor
de rios
rios que ficam
rios que não passam