6 de ago de 2015

QUERO PASSAR

quero
passar
agora
sem que me veja

quero
ficar
no meu canto
no canto
que há em mim

quero
que não vejam
meu sobrevoo

quero ficar
ali
no meu invisível
quase

quero o silêncio
e a quietude
dos meus tantos
poucos momentos

quero a liberdade
do sentir
quero passar incólume
por estas
estradas

quero que não me vejam
chegar
quero que não
me sintam partir

quero
apenas passar
na quietude
de um dia a menos