7 de ago de 2015

POESIA

como
posso eu
te ver
e não te querer
poesia

como
posso eu
te ver
nas minhas noites
e não
te sonhar
poesia

como
posso eu
fingir
que tu
és fruto
da imaginação
e esquecer
de ti
poesia

como
posso eu
não te sentir
no vento
que sempre
venta em mim
poesia

já te sinto
viva em mim
em tudo o que há em mim
no meu corpo
no meus instintos
poesia