25 de ago de 2015

PERIFERIA


moro
na periferia
pago
aluguel
não tenho
um carro do ano
mal saio de casa
mal tenho vivido
trabalho
menos
do que devia
no final
do mês
conto moedas
poderia
ter sido
tudo
presidente
advogado
e Deus
me fez poeta
quem sabe
assim
toda dor
seja amena
quem sabe
assim
a dor não doa tanto
quem sabe
assim
a vida
corra mais devagar
moro
perto do céu
na periferia
sou mágico
palhaço
poeta
equilibrista