5 de ago de 2015

O QUE PODES TU

o que
podes
tu me oferecer
além
desta tua
juventude
não podes
me dar
a vida
não podes
me dar
mais nada
és a perdição
de meus acasos
és
o sonho fálido
o que
podes
me dar
tua beleza
teus desejos
teu corpo
de tantas malícias
o que
podes tu me dar
tua
inocência
irreverência
tuas desculpas
o que
podes tu
querer
de mim
não sou nada
pra ti
serei
sempre nada
deixa-me
então aqui
e parti
com tua mochila
cheia de sonhos
tu
não podes me dar nada