22 de ago de 2015

NAS PORTAS DO MUNDO


quero
as
flores
do te
jardim
sem flores
quero
os sorrisos
desta
tua
face
sem sorrisos
quero
o amor
deste
teu coração
sem amor
algum
quero
teu perfume
desta
tua pele
sem cor
quero
teus pecados
conhecer
teu passado
e saber
quais são
as mentiras
que conta sobre você
quero
escrever
tuas inconsequências
te desenhar
e depois
de tudo
te deixar
nas portas do mundo