30 de ago de 2015

NÃO POSSO MAIS SONHAR

eu
não posso
mais
sonhar
não posso
mais
querer
não posso
mais enlouquecer

não sou
mais
nenhum menino
minhas
asas
estão
cortadas
estou
preso
na minha gaiola
de porta
e janelas
abertas
não devo
mais me arriscar
conheço
os caminhos
as pontes
atalhos
eu não posso
mais sonhar
nem mais
enlouquecer
nem posso mais
me perder
não sou mais
nenhum menino