15 de ago de 2015

NÃO ESPERO NADA

espero
que nossos
caminhos
possam
se encontram
um dia
mesmo
que nossas
ruas sejam paralelas
quem sabe
já não
creio mais
em destino
já não me
alimento
mais de esperanças
vivo
o que o hoje
me dá
amanhã
não existe
então
quem sabe
neste nossos
tropeços
a gente possa
de novo se encontrar
no mesmo sonho
sob a mesma lua
que nunca chegamos
ver
espero
não espero nada