29 de ago de 2015

MINHA CAMA


abraça-me
cama
nesta manhã
de horas
incertas
sei
o que penso
deste dia
que começa
envolvido
de desejos

abraça-me
cama

deixa-me
ficar
nestes teus instantes
enquanto
parte de mim
desperta e a outra
parte
quer ficar sepultada
em ti

abraça-me
cama
deixo
aqui meus sonhos
e minhas relíquias
minhas verdades
e meus sonhos

volto
em breve
para que sejamos
um
unidos
pelas mesmas loucuras
e desejos

deixa-me cama
preciso
viver