22 de ago de 2015

MEU INFERNO


eu

vivi
no
meu inferno
eu

conheci
meus demônios
eu

cai
me despedacei
eu

perdi
sorrisos

abracei
espinhos

arranhei
minha alma

fritei
meu cacos
meus pedaços
já fiquei
parado
neste trem
desgovernado
da minha vida