9 de ago de 2015

LEVEZA

tua leveza
de instantes
tua leveza
onde deixo
meu pranto
tua leveza
de carícias beleza
tua leveza
de alma
de encantos
tantos
tua leveza
que te faz flutuar
por infinitos
de escombros
e sonhos
tua leveza
de tantos
lindos sorrisos
tua leveza
sem marcas
sem cicatrizes
sem mais
tua leveza
de atalhos
de primaveras
outonos
laranjeiras
tua leveza
de amor
de paixão
de beijos que
fazem levitar
e o corpo delgado
da mais bela
e intensa
leveza
do ser