20 de ago de 2015

HOJE

hoje
eu
só queria
ficar
sem pensar
em nada

hoje
eu queria
sentar
num banco
de praça
e ver
a tarde cair

não
quero
pensar em ninguém
e que ninguém
pense em mim

não quero
vozes
quero apenas
o som do vento

hoje
não quero
nada
nem palavras
e nem poesias

quero
uma tarde fria
e uma noite
de aconchego