5 de ago de 2015

EU TE DESESPERO

eu
te desespero
na saída
nas esquinas
da tua vida
eu
te desespero
nestas
horas
escassas
esparsas
eu
te desespero
nesta
tua angústia
nestes
arfar
incontido
eu
te desespero
na tua alegria
e te acalmo
no êxtase
na tua melodia
eu te
desespero
no choro
nas convulsões
da alma
nas mãos ressequidas
te desespero
nos milagres
rompantes
de tua vida
eu te
desespero
todos os dias