19 de ago de 2015

EU SEMPRE

eu sempre
me engano
eu sempre
creio
nas tuas
desilusões
eu sempre
sempre volto
sempre
giro
sem sair
do lugar
e tu
apenasri
do meu desespero
de te querer
eu sempre
escrevo
tuas bobagens
tuas palavras
desconexas
tuas horas
eu sempre
espero
e espero
espero
e nada de ti
eu sempre
creio
nas tuas mentiras
contadas
nesta tua cara
lavada
e neste teu amor
que não há