20 de ago de 2015

ESTÚPIDA VIDA

minha
alma
está
luto
de tudo

visto
hoje
minha alma
de vermelho
de sangue
que ainda
corre em minhas veias

minha
alma
está muda
cansada
sem saída

minha
alma
está de luto
por tudo
o que luto
pelos cadeados
que não se abrem
pelos problemas
que não resolvem
pelo
meu desejo
de morte

visto-me
de vermelho
e escorro
pelos ralos
de minha estúpida vida