9 de ago de 2015

E AI VOCÊ VAI

e
ai
você
se vai
e
ai
você
desaparece
e
ai
fico
com seu amor
em minhas mãos
vazias
e
ai
você
vai e leva
meu eu
e não
me deixa
nada
e
ai
o sol quente esfria
e a chuva
volta
a cair
e me resfria
e congela a alma
que não mais espera
e
ai
você
é fuligem
desprezo
vertigem