28 de ago de 2015

AS MARGENS DO TEU EU


as margens
do teu eu
eu fiquei
ali
olhando
toda sua vida
fiquei
buscando
teus risos
e sorrisos
fiquei
ali
querendo
que tudo acabasse
e a gente
pudesse
ficar no mundo
a sós
as margens
do teu eu
fiquei
olhando
teu rio
me arrastar
para fora de mim
e me vi
na profundeza
dos teus olhos
as margens
do teu eu
deixei
ali
meu barco
e olhando
e vi
nas tardes
que caiam
tudo de você
refletido