16 de ago de 2015

AMARGAS VIS

as
crianças
de ontem
hoje
não existem
mais
morreram
sem ver
os seus sonhos
de crianças
realizados

as
crianças
de ontem
hoje
andam
dopadas
amargas
cruéis
vis
buscando
o que foram
e o que jamais serão

as
crianças
de ontem
se foram
e não voltam mais
morreram
não existem
são apenas memórias
do ontem
que hoje
deixou de existir