6 de ago de 2015

AINDA ASSIM

ainda
assim
depois
de tudo
quero me perder
nos teus desejos

ainda
assim
depois
de tantos
temporais
vou me deixar
levar
por estes teus ventos
de impulso

sei que serei
mais
um na tua cama
que me importa
fingirei
que nada sei
e serei teu

ainda
assim
quero que tuas
verdades
fiquem
escondidas
não me importo
quero
teus desejos
tua indecência
teus pecados

ainda
assim
depois que o dia
florescer
pra nunca mais
quero
me lembrar ainda
de que tu
passastes por mim...