22 de jun de 2015

VIDA

a vida
esta vida
me desagrada
tantas mentiras
quantas máscaras
quem é de verdade?
quem não se esconde
atrás dessas cortinas
empoeiradas
a vida
esta vida
me corroe
me leva
para onde
não quero ir
me faz ser
quem não quero ser
me faz
escravos
de convenções
a vida
de cacos
e destroços
de risos
amarelos
e dentes cariados
vida
de instintos
mortos
só a morte salva
a vida
só a morte
nos salva
de nossas próprias mentiras