1 de fev de 2015

VAZIO EM MIM




Andei
Tanto
Pelas noites
Pelas ruas
Escuras
Entre vielas
E becos
Entre mendigos
E andarilhos
E drogados
E ratos
E lodo
Andei
Tanto
Por andar
Porque não queria ficar
Com minha dor
E meus espinhos
Porque em mim
De verdade
Nada havia que importasse
Andei
Pelas noites
Como a própria noite
De cetins rasgados
E sempre voltava
Com uma vazio maior em mim