1 de fev de 2015

TREM DESGOVERNADO




Ficamos
Esperando
Que o trem
Do destino
Nos leve
Rumo
A felicidade
Que desconhecemos
Ficamos
Olhando
Pelas janelas
Andando
Pelos corredores
Querendo
Do tempo
Vestígios
Do amanhã
Ficamos
Com as malas
Prontas
Na sala de estar
Da vida
Que se faz
Ficamos esperando
Por dias de infinitas alegrias
Neste trem desgovernado
Que é a vida...