8 de fev de 2015

TEUS OLHOS


mergulho
nestes teus
olhos
sem que saiba
nada de mim
mergulho
tentando
não morrer
afogado
em tuas águas
rasas
mergulho
neste
teu amor
subversivo
neste
amor
de encantos
tantos
vazios
mergulho
neste teu mundo
e perdido
sem minhas asas
fico
em flutuando
seus devaneios
sem saber
se te sonho
ou te vivo