14 de fev de 2015

QUISÁ


onde
estão
meus medos
meus fantasmas
minhas ilusões

onde
estão
minhas dores
meus desalentos
meus desatinos

para quem
foram meus carinhos
todo aquele amor
minhas noites
tantas mal dormidas

onde está
quem fui
quisá
escondido
atrás
de todo desamor
que há

um pouco morto
um tanto sujo
um tanto marginal
imundo

onde
estão meus sonhos
minhas febres
minhas dores
meus enjoos
minhas asas
meu voar

quisá