9 de fev de 2015

QUEM SABE


quem
sabe
um dia por ai
eu possa
te encontrar
quem sabe
a gente
possa sentar
e conversar
sobre o tempo
que não passa
quem
sabe
eu possa
enfim
ver teu sorriso
sentir
teu perfume
e ficar
ali
parado
contemplando
tuas histórias
quem
sabe
num fim de tarde
qualquer
eu me despeça
num abraço
e tenha
assim a certeza
do prazer
doce
da vida