12 de fev de 2015

PECADOS


gosto
de olhar
meus pecados
aquela minha cruz
que carrego
em todos os dias
a cruz
que não me deixa
esquecer
quem sou
gosto
de olhar
o sangue
ressecado
em minhas mãos
sangue
que me faz lembrar
as pedras
que atirei
e as pedras
que feriram
meus pés
gosto
de olhar
para trás
e ver
por onde andei
quem amei
quem odiei
e quem também
me esqueceu
eu também
esqueci muita gente
gosto
de ver
o cigarro
queimando na minha boca
levando embora
minha vida
de tão poucas
valias
já não presto pra mais nada
carrego minha cruz
carrego meus pecados