13 de fev de 2015

LAMENTOS


não te
falo mais
nem te escrevo
palavra
alguma
não rascunho
não sonho
não quero mais
não mais
te atormento
não te roubo
mais a paz
te deixo
agora
palavras
ao vento
sentimentos
na latrinas
poesias
nas portas
dos banheiros
teu nome
esqueço
não te chamo
não te penso
aos poucos
te esqueço
já deixei
de te sonhar
já deixei
de te querer
cansei
minhas retinas
não te falo
mais
me calo
deixo ir
desamor
desalento
tormento
lamentos