13 de fev de 2015

EM MIM


invade-me
o amor
como vento
deixe
que em mim
a poesia
se faça
deixe
que em
mim tudo
aconteça
que caiam
rosas
roseiras
pétalas
de tenro perfume
deixe-me
de braços
abertos
aperta-me
o peito
com as sensações
e sentidos
rouba-me
o fôlego
o beijo
deixe-me
esculpida
em tuas memórias
deixa-me
livre
deixa
que mim
teu amor aconteça