2 de fev de 2015

DIAS DE PESADELOS




Acordar
Agora
Era um pesadelo
Os dias
Estavam
Eternos
As horas
Me arrastavam
Eu bebia
Minha própria
Agonia
Eu via
Os copos
Vazios na pia
O pó
Nas prateleiras
O banheiro
Cheio de fios
De cabelos
Não queria
Nada que não fosse
Meu
Acordar
No meio de mim
E me sentir assim
Indissolúvel
Invisível