7 de fev de 2015

CALA MINHA BOCA


cospe
na minha boca
teu beijo
deixa-me
sentir
teu ardor
tua febre
teu corpo suado
fétido
marcado
deixa-me
sentir
tua loucura
e teu gozo
de instantes
deixa-me
sair
pelas ruas
a procura
de outro
alguém
que possa saciar
a tua sede
de mulher
demente
cospe
na minha boca
teu cuspe quente
retalha
meus desejos
silencia
minha boca
com tua doce vagina
escrota
vem
cala minha boca