3 de fev de 2015

ANTES DA MORTE




Jogue
Fora
As velhas
Flores
Que estão nos vasos quebrados
Feche
De vez as caixas
Do correios
Vazio
Corte o fio do telefone
Quebre
As memórias
Insista
Na solidão
Que aflora
Jogue
As pedras
No abismo
Da inconsciência
Atônita
Quebre as asas
Dos seus pássaros
Finquem suas raízes
Pode os galhos
Jogue fora
Sua sobrevida
Antes que a morte aflore