"Se procura prazer, poderá encontrar aqui as suas mais diversas formas. Há quem procure palavras, há quem procure belas imagens, há os curiosos, os que admiram minha maneira de escrever. Uns julgam erótico. Outros julgam ser sensual e uns apenas lêem as palavras aqui escritas. Isso é algo que não cabe a mim julgar. Sei das minhas intenções... Sei do meu amor pela poesia... Sei da minha infinita sede de escrever..."
SEJA BEM VINDO - 9 ANOS DE POESIA! ! !

FÃS DE CARTEIRINHA

26 de jan de 2015

VULVA NUA




Não havia
Pelos
Em teu sexo
Tua vulva
Era
Diferente
Estranha
Para mim
Tentava
Disfarçar
Minha indiferença
E te amar
No momento
Em que tudo parava
Mais minha cabeça
Pensava
E me corroía
Não havia
Pelos
Nem tua vulva
Pulsava
O êxtase
Que não havia
As horas mataram
O desejo que em mim havia
E morri ali de joelhos
Olhando tua vulva lisa