7 de jan de 2015

TUA REBELDIA

eu
quero
tua ousadia
tua rebeldia
eu
quero
sentir
tuas emoções
rasgadas
beber
teu cálice
eu
quero sim
tuas tardes
tuas noites
tuas voltas
e revoltas
quero
ler teu corpo
ser tua tatuagem
eu
quero
me perder
e me achar
deixar
que me judie
que marque
que arranhe
eu
quero
por um momento
teus momentos