30 de jan de 2015

TUA ARTE




Tua
Arte
De provocar
De incendiar
E brincar
Com meus instintos
Tua
Arte
De
Descrever
Em teu corpo
Minhas impressões
E teus efeitos
Sobre mim
Tua
Arte
De me fazer
Te querer
Sem querer
Tua
Indecência
Descabida
Nas tuas noites frias
Tua arte
De amar
Sem se dar
Sem amor