20 de jan de 2015

TE QUERO

Te quero
Sem poder
Te querer
Cada vez que penso
Em ti
Enlouqueço
Adoeço
Perco-me
Nesta minha
Insanidade
Descabida
Te quero
Além
Dos sonhos meus
Nas minhas noites
Quentes
Te quero
Inteira
E não posso
Te querer
Fazes
Parte dos meus
Devaneios
Da minha demência
Da poesia que escrevo
Te quero
E não posso pensar em te querer