23 de jan de 2015

TANTAS VEZES




Ja
Morri
De amor
E renasci
Do mesmo
Amor
Que matou
Meu eu
E meus sentidos
Ja
Morri
De amores
Mal amados
Morri
Pela descrença
Pelos valores
Que perdi
No percalço
Do caminho
Ja
Morri
De descrença
De dor
E sobrevivi
Desta dor