26 de jan de 2015

TANTA DOR




As rédeas
De minha vida
Foram
Rompidas
Pelo tempo
Que vivi
Perdi
O controle
Deste meu
Carrossel
Que só caia
Virou
Minha vida
Corcel
Sem direção
Tantos
Sentimentos perdidos
Tantas lágrimas
Lastimosas
Tanta dor
A esmo
Em mim
As rédeas
Do meu destino
Deixei que os ratos
Do tempo roessem
E me deixassem à deriva de mim