30 de jan de 2015

QUANTAS HISTÓRIAS




Quantas
Histórias
Não conto
Canto
Quantas
Poesias
Não escrevo
Apenas
Declamo
Quantos
Beijos
Dei
E se perderam
Quantas
Nós
Desfeitos
E quantos
Laços
Quanto
Vivi
Nesta vida
De aventuras
E se morrer
Morrerei herói
De mim
Sem culpa
Sem desculpas