26 de jan de 2015

POESIAS EM VÃO




Para onde
Vão
As poesias
Ecoadas
Depois
De declamadas
Para o
Ser amado
Ficam por ai
Vagando
Em ecos
Escondem-se
Nos labirintos
Viram
Poeira
Tijolos
Assentados
Na construção
Para onde
Vão
As poesias
Já não existem mais
Divas
Apenas divãs
Vazios
E no chão as poesias em vão